terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Divaldo P. Franco & Joanna de Ângelis - Pontos Vulneráveis


Nas tuas fraquezas estão os pontos vulneráveis, que deves revestir de forças.

Os pontos vulneráveis representam a resistência de toda maquinaria, a segurança de cada indivíduo.

Inevitavelmente, as tentações se te acercam, ferindo-te a vulnerabilidade no fulcro das tuas deficiências.

Se te agradam as sensações mais fortes, sempre as defrontarás, atraentes, envolvendo-te e atormentando- te.

Se te espicaçam o interesse, a ganância e a cobiça, respirarás no clima dos onzenários.

Se te interessam a maledicência e a impiedade, sempre descobrirás imperfeições e deslizes alheios que aos outros passam despercebidos.

Se preferes a ociosidade e o comodismo, encontrarás justificativas para a preguiça e o repouso exagerado.

Se te afeiçoas à enfermidade, anotarás distúrbios e deficiências orgânicas, onde os outros defrontam recursos para exercitar o equilíbrio e a disciplina.

Cada Espírito é colocado onde lhe cumpre progredir, vinculado aos recursos de que necessita para superar-se e reparar os compromissos infelizes do passado.

A reencarnação traz o aprendiz de volta à experiência malograda, a fim de que se lhe fixem os valores positivos que deve investir na mudança do quadro de provações que lhe dizem respeito.

Tendências e aptidões, boas ou más, ressumam do pretérito espiritual, a fim de serem aprimoradas, tornando-se valiosas conquistas que impulsionam ao progresso e à paz.


A tua segurança interior depende da tua inclinação e preferência, cabendo-te a tarefa de renovar as forças e vigiar as fraquezas que se transformam, com o tempo, em equilíbrio e vigor.

No que delinqüiste, trazes a “marca” íntima.

Conforme te comprometeste, renasces, com a “matriz” de registro.

De acordo com o erro, volves aos sítios familiares onde deves repará-lo.

Assim também ocorre em relação às ações enobrecidas. Elas te induzem ao crescimento espiritual com superação das próprias forças, na grande arrancada do espírito.

Não te permitas concessões desconcertantes, nem prazeres que anestesiam a razão e perturbam o sentimento.

Enfrenta as fraquezas; conscientiza- te dos teus pontos vulneráveis e constatarás quão fácil te será vencer as tentações e superar as más inclinações que te atormentam.

Um comentário:

  1. sou uma admiradora de ramatis,frequento uma casa de ramatis em canoas rs,abraços amei ler sobre joanna de angelis

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...