sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Divaldo P. Franco & Joanna de Ângelis - Dor e Benção



Ninguém passa, na Terra, sem experimentar o aguilhão do sofrimento.
De uma ou de outra forma a vida física é uma experiência educativa com objetivos definidos, quais os de auxiliar o Espírito a lapidar as imperfeições e aproximá-lo, o mais possível, da felicidade.

Por isso mesmo, no educandário terrestre, todos lhe conhecem as garras que ferreteiam as carnes da alma, nas várias expressões em que a mesma se expressa.
Ansiedades e amarguras, necessidades e dissabores, enfermidades e infortúnios, fome e carências outras são recurso de que a Vida se utiliza para disciplinar as criaturas propondo-lhe sublimação.


Não te consideres desventurado, porque o sofrimento te alcançou diminuindo a intensidade festiva da tua quadra de ilusões.
Durante seu curso, recorda os momentos ditosos que passaram e torna menos ásperos estes que agora te visitam.

Da mesma forma, amanhã estará mudada esta paisagem aflitiva e te incorporarás às tuas conquistas.
Aprenderás a abençoar a saúde e a valorizar os bens da amizade, os dons do trabalho, prolongando as horas de bem-estar, cultivando pensamentos e atitudes positivos, que te favorecerão com energias e disposição para todos os embates que enfrentarás.

Compreenderás com mais facilidade os alheios padecimentos, tolerando as agressões e disparates de outros indivíduos mais atribulados do que tu.



Sentir-te-ás mais humano e sensível aos problemas do próximo, tornando-te, naturalmente, solidário com todos aqueles que te busquem a ajuda ou a simples presença fraternal.

Dilatarás a visão a respeito da vida e reflexionarás mais intensamente sobre a transitoriedade do corpo e o caráter eterno do ser em si mesmo.

Descobrirás o sentido dos acontecimentos, assimilando-lhes bem as propostas evolutivas, sem nadar contra a correnteza.

Os problemas, naturalmente, chegar-te-ão da mesma forma; no entanto, com esta experiência que proporciona sabedoria, poderás solucioná-los sofrendo menos aflições.

Quando te conscientizas das razões do sofrimento, estes se tornam suportáveis, tendo diminuídas suas cargas desgastantes.
Quando te resignas diante dos testemunhos, estes perdem a intensidade perturbadora.
Quando abençoas a própria dor, nela reconhecendo os benefícios que fruirás, encontras a técnica perfeita para vencê-la e ser feliz.

4 comentários:

  1. olá dinda! as mudanças das fotos do blog ficaram muito show! igual a voce. ou seja espetacular!!!!!! como sempre coloca coisas lindas. beijos Elisa!
    O bolo estava muito bom!!!!!!:):):):)

    ResponderExcluir
  2. Gosto muito de vc muito mesmo mas não me peça explicação pois não da pra contar.
    O que vai morrer comigo, o que já fechei no meu poço.
    Vc sabe como é os segredinhos de amor.....
    todo mundo tem os seus.P obre de quem não tem porque é muito bom um segredinho de amor que nem o meu e o seu!!!!!! beijos eliza !"!!!! sua melhor das melhores afilhadas que vc mais ama novamente 100000000000000000000000000 bj!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. oii Tudo bem ?
    Bom vamos logo ao que enteresa!!
    Bom a primeira vez que eu lhe vi sabia que tudo iria ser com um mar de ouro e a prova disto está ai minha vida é muito alegre com vc ao meu lado amo amo amo amo amo amo amo amo muito mesmo vc nosso amor é mas que um amor é uma relação comprometedora.
    Em fim hoje eu aflori gresi feliz minhA ETERNA FELISIDADE VC... nao tem aquela musica : amor da minha vida da qui até a eternidade entao é isto 1000 beijos eliza!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...