domingo, 24 de abril de 2011

Irmão José & Carlos A. Baccelli

Perdão das Ofensas

Há muitas maneiras de pedir perdão.
Quem se aproxima de ti, sem coragem de nada dizer, está procurando reconciliação.
Não exijas dos outros um pedido formal de desculpas.
Não tripudies sobre a discreta atitude de humildade de quem reconhece o erro.
Para ser esquecida, a ofensa pede que não seja relembrada
Facilita as coisas para quem procura Olvidar o passado.
Não fiques rememorando as experiências amargas de quem faliu.
O perdão genuíno jamais espezinha.
Imagina-te escutando referências constantes sobre as tuas quedas.
Muda de assunto com um sorriso e perdoa com espontaneidade.
(Obra: Vigiai e Orai)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...