segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Auxílio do Alto

Porque aquele que pede, recebe; e, o que busca, encontra; e, ao que bate, se abre.”
Jesus - MATEUS, 7:8.


“Desta maneira, serás filho das tuas obras, terás delas o mérito
e serás recompensado de acordo com o que hajas feito. - Cap. 25, 3.
Deus auxilia sempre.
Observa, porém, o edifício ainda o mais singelo que se levanta no mundo.
Todos os recursos utilizados procedem fundamentalmente da Bondade Infinita.
A inteligência do arquiteto, a força do obreiro, o apoio no solo e os materiais empregados constituem dons da Eterna Sabedoria, contudo, delineamentos da planta, elementos de alvenaria, metais diversos e agentes outros da construção não se expressaram e nem se arregimentaram no serviço a toque mágico.
0 lavrador roga bom tempo a Deus, mas não colhe sem plantar, embora Deus lhe enriqueça as tarefas com os favores do clima.
As leis de Deus protegem a casa, no entanto, se o morador não a protege, as mesmas leis de Deus, com o tempo, transformam-na em ruína, até que apareça alguém com suficiente compreensão do próprio dever, que se proponha a reconstruí-la e habitá-la com respeito e segurança.
Em toda parte, a natureza encarece o Apoio Divino, mas não deixa de recomendar, ainda que sem palavras, o impositivo do Esforço Humano.
A Criação pode ser comparada à imensa propriedade do Criador que a usufrui com todas as criaturas, em condomínio perfeito, no qual as responsabilidades crescem com a extensão dos conhecimentos e dos bens obtidos.
Não te digas, dessa forma, sem a obrigação de pensar, estudar, influenciar,
programar, agir e fazer.
“Ajuda-te que o Céu te ajudará” - proclama a sabedoria.
Isso, no fundo, equivale a dizer que as leis de Deus estão invariavelmente prontas a efetuarem o máximo em nosso favor, entretanto, nada conseguirão realizar por nos, se não dermos de nós pelo menos o mínimo.

(Obra: O Livro da Esperança - Chico Xavier/Emmanuel)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...