quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Migalhas

Não olvides nosso dever de cooperação com o Senhor!
Ninguém te pede o impossível, mas é justo nasçam em tuas mãos, cada dia, as migalhas de amor com que o mundo se elevará.
Lembra-te de viver a nobre prerrogativa de tua fé. Faze algo.
O Mestre não te reclama a cura de todos os enfermos da senda; solicita dês um caldo ao faminto ou uma palavra de bom ânimo ao agonizante desamparado.
Não te roga assistência para todos os escravos do sofrimento; aguarda de ti o consolo e esperança em favor do companheiro infortunado que precisa erguer-se e avançar.
Uma esmola de tolerância... Uma prece... Uma flor de carinho... Um sorriso...
Sonda a grandeza do porvir, mas não olvides o presente. Contempla as estrelas, porém não esqueças de acender a vela que dissipe as trevas em redor de ti mesmo.
O Mestre espera por nós no caminho comum de nossos próprios irmãos.

Bezerra de Menezes / Médium Francisco Cândido Xavier

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...