terça-feira, 12 de março de 2013

O dia começa ao amanhecer


Compadece-te da criança que segue ao teu lado.
*
O dia começa ao amanhecer...
Pai, mãe, irmão ou amigo, ampara-lhe a vida com o teu próprio coração, se pretendes alcançar a Terra Melhor.
*
Lembra-te das vozes amigas que te induziram ao bem, das mãos que te guiaram para o trabalho e para o conhecimento.
*
Por que não amparar, ainda hoje, aqueles que serão, amanhã, os orientadores do mundo?
*
Em pleno santuário da natureza, quantas árvores generosas são asfixiadas no berço? Quanta colheita prematuramente morta pelos vermes da crueldade?
A vida é também um campo divino, onde a instância é a germinação da Humanidade.
*
Já meditaste nas esperanças aniquiladas ao alvorecer? Já refletiste nas flores estranguladas pelas pedras do sofrimento, ante o sublime esplendor da aurora?
Provavelmente dirás: “Como impedirei o sofrimento de milhares?”
Ninguém te pede, porém, para que te convertas num salvador apressado, carregado de ouro e poder.
Basta que abras o coração com a chave da bondade, em favor dos meninos de agora, para que os homens do futuro te bendigam.
*
Quando a escola estiver brilhando em todas as regiões e quando cada lar de uma cidade puder acolher uma criança perdida — ninho abençoado a descerrar-se, aconchegante, para a ave estrangeira — teremos realmente alcançado, com Jesus, o trabalho fundamental da construção do Reino de Deus.

Meimei
(De “Caridade”, de Francisco Cândido Xavier – Espíritos diversos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...