sábado, 13 de abril de 2013

Fé e Cultura

Decerto, nem sempre a fé acompanha a expansão da cultura e nem sempre a cultura consegue altear-se ao nível da fé.
Um cérebro vigoroso pode destacar-se no campo dos cálculos ou dos valores artísticos, sem nada entender da resistência moral diante de tentação ou do sofrimento.
De igual modo, um coração fervoroso é capaz de nobres demonstrações de heroísmo perante a dor ou o ataque do mal, embora revele-se inapto a aceitar os ditames da perquirição e do progresso.
Não é justo que a Ciência imponha diretrizes à Religião, incompatíveis com suas necessidades do sentimento, nem que a Religião obrigue a Ciência a adotar normas inconciliáveis com suas exigências do raciocínio.
Na sementeira da fé, aprendamos a ouvir com serenidade para falar com acerto.
Para chegar à cultura, filha do trabalho, o homem é compelido a indagar, examinar e teorizar, mas, para atingir a fé viva, filha do amor, é forçoso servir. E servir é fazer luz.


Emmanuel / Médium Francisco Cândido Xavier
Livro: Ceifa de Luz - Ed. FEB


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...