quarta-feira, 17 de abril de 2013

Realidade

O justo é libertado da angústia, e o perverso a recebe em seu lugar. Pv. 11:8.

O justo é sempre defendido das investidas da angústia, porque seu coração libera constantemente uma alegria pura que liberta e ilumina todos seus sentimentos de paz e amor.
*
A realidade é uma força que desconhece enganos e brilha como o sol da esperança.
*
O homem perverso é contaminado pela tristeza. Às vezes, esforça-se para sair dela, porém, os caminhos que toma são errados. A libertação somente nasce no solo fértil da verdade.
*
A felicidade total na Terra não existe, entrementes, Jesus nos traçou o caminho para encontrá-las.
Não importa a demora, mas sim, que estamos nas veredas certas com o Cristo.
*
A certeza de que somente a caridade guarda a porta da salvação é um grande passo em direção ao progresso.
*
Quando falamos em caridade, lembramos logo de dar pão a quem tem fome, vestir os nus e visitar os enfermos e encarcerados; entretanto, a benevolência não fica somente nisso e estende-se ao infinito. A área mais importante da beneficência está no nosso mundo interno, enquanto ficamos longe do egoísmo.
*
Compadece-te de ti mesmo, e ilumina o teu amor próprio, para que ele se transforme no ambiente de Jesus, em amor universal.
*
Quem ama a verdade, segue a trajetória da luz de Deus para a harmonia da criação.
*
Realidade é um clima de luz onde viceja a esperança. É a verdade fracionada para atender a todas as almas, onde estagiam.
A realidade é vista por muitas lentes; cada Espírito ocupa uma posição na escada do progresso.

(De “Gotas de Amor”, de João Nunes Maia, pelo Espírito Carlos)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...