quinta-feira, 18 de julho de 2013

Prescrições de paz

"A nossa felicidade será naturalmente proporcional em relação à felicidade que fizermos para os outros."

Alinhemos algumas indicações de paz que nos preservam da influência de aflições e tensões, nas quais, tanta vez, arruinamos tempo e vida:
Corrigir em nós as deficiências suscetíveis de conserto, e aceitar-nos nas falhas cuja supressão não depende ainda de nós;
Tolerar os obstáculos que nos atinjam, entendendo que os outros carregam também os deles;
Abolir inquietações sobre calamidades anunciadas para o futuro, e que talvez não aconteçam;
Admitir os pensamentos de culpa que tenhamos adquirido, mas buscando extingui-los por meio de reajustamento e trabalho;
Nem desprezar os entes queridos, nem prejudicá-los com super proteção tendente a escravizá-los ao nosso modo de ser;
Não exigir do próximo aquilo que ele ainda não consegue fazer;
Nada pedir sem dar de nós mesmos.
Não ignorar as crises do mundo; mas reconhecer que, se reequilibrarmos nosso próprio mundo íntimo, perceberemos que as crises externas são necessárias ao burilamento da vida.

Emmanuel / Médium Francisco Cândido Xavier
Livro: Ceifa de Luz

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...