sábado, 28 de setembro de 2013

União fraternal

Diante de teus olhos, mil caminhos se abrem.
Não olvides a senda que te é própria e avança.
Estimarias, talvez, que todas as rotas se subordinassem à tua, e te referes à união...
Une-te aos outros, sem exigir que os outros se unam a ti. E procura o que seja útil e belo, santo e sublime e segue adiante...
Não nos esqueçamos de que a unidade espiritual é serviço básico da paz.
Observas o irmão que se devota às crianças? Ou o que se dispôs a ajudar aos doentes? Ou o que se fez amigo dos velhos e dos jovens?
Observa o serviço daquele que se converteu em doutrinador, objetivando a extensão do bem?
Honra a cada um deles com compreensão e sem exigir que vejam a vida através de teus olhos.
A evolução é escada infinita. Cada qual abrange a paisagem conforme o degrau em que está.
Oferece a cada servidor do bem o melhor de ti.
A contenda estéril é resultado da imposição.
A união fraternal é o sonho sublime da alma humana, mas não se realizará sem que nos respeitemos uns aos outros, cultivando harmonia.


Emmanuel / Francisco Cândido Xavier

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...