sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

Crises e você

Justificando suas aflições, você relaciona as crises que enxameiam o mundo:
Crise na balança do comércio mundial;
Crise nos negócios, que sofrem ágios altos;
Crise na saúde, que se decompõe por uso de drogas, agressões e permissividades;
Crise de trabalho, com o desemprego de milhões de cidadãos;
Crise ambiental, em virtude da poluição;
Crise de confiança, por falta de ética de fraternidade entre os homens;
Crise de amor, enxovalhado pelas explosões da sensualidade.
Há crise, mas você pode modificar a paisagem que lhe parece anárquica:
Não acuse o caído - levante-o;
Não exceda dos seus direitos - cumpra com os seus deveres;
Não semeie pessimismo - difunda ânimo.
Para sair da crise íntima, inicie um projeto dignificante em seu favor, seguindo a regra do apóstolo Paulo: “deteste o mal e apegue-se ao bem”, sempre e invariavelmente.


Marco Prisco / Médium Divaldo Franco
Livro: Sementes de Vida Eterna (extrato) - Ed. LEAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...