quarta-feira, 12 de março de 2014

Companheiros francos


Há certa classe de amigos que são preciosos e nem sempre lhes damos o justo valor: aqueles que nos dizem a verdade acerca das nossas necessidades de espírito.
No geral, apreciamos as afeições que nos assegurem conveniências de superfície nos quadros do mundo; confiamos nos que nos multipliquem as posses efêmeras e aliamo-nos aos que nos garantam maior apreço no grupo social.
É cabível nossa gratidão aos benfeitores que nos ensejam progredir e trabalhar.
Mas não nos é fácil aceitar o concurso dos amigos cuja palavra franca e esclarecedora nos auxilia na supressão dos enganos que nos parasitam a existência.
Às suas advertências, mesmo postas em frases de bondade, reagimos de maneira negativa, acusando-os de ingratos.
Os empreiteiros da difamação e da injúria falam destruindo. Os amigos positivos e generosos advertem e avisam com discrição e bondade. Saibamos ouvi-los.


Emmanuel / Médium Francisco Cândido Xavier
Livro: Estude e Viva - Ed. FEB

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...