segunda-feira, 5 de maio de 2014

Paradoxos

Anotas os avanços tecnológicos e as injustiças sociais em que se debate a sociedade.
Vês as relevantes aquisições da mente e a beligerância dos homens e das nações.
Falas sobre os paradoxos, os contrastes , e tens a impressão de que o bem não se implantará tão cedo nos corações.
Concluis que é mais fácil debandar do que servir, cair do que soerguer.
Não duvides da excelência da verdade nem do seu domínio no mundo do amanhã.
Um jato de luz absorve a treva...
Uma fagulha ateia um fogaréu...
Uma semente reverdesce o solo...
Um gesto de amor altera a agressividade...
O poder do bem produz um contágio superior, que consome as infecções problemáticas das injunções morais vis.
Quando, porém, a razão não lograr mudar a atitude do homem perante a vida, ou o amor não o sensibilizar, paradoxalmente, a dor irá detê-lo, chamá-lo à razão, despertar-lhe o amor, atraí-lo à paz.

Joanna de Ângelis / Médium Divaldo Pereira Franco
Livro: Rumos Libertadores (extrato) - Ed. ALVORADA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...