domingo, 15 de junho de 2014

Tesouro Divino

Oportuno meditar quanto aos valores do tempo, para não nos enganarmos no apreço que se deve ao aproveitamento das horas.
O ritmo do tempo é disposto pelo Criador de tal modo que basta alguma reflexão para entendermos o senso das oportunidades ou o “momento da realização”.
As atividades da primavera diferem das do outono. Há, também, construções espirituais para a infância, outras para a madureza.
Cada tempo é um tempo diverso do outro. É preciso aproveitar o “momento da realização” que a oportunidade nos oferece.
Trabalhar se é hora de trabalhar, aprender se é ocasião de aprender, ouvir se é o instante de ouvir, falar se o ensejo é de falar, tudo com discernimento, para não dissipar o tempo.
Dizemos que é preciso dar tempo ao tempo. Mas o tempo da expectativa nada cria de bom e de útil, sem o tempo de preparação do que seja útil e bom.
Tempo é tesouro divino em nossas mãos, mas só vale se lhe damos valor.

André Luiz / Médium Francisco Cândido Xavier
Livro: Sol nas Almas

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...