quarta-feira, 3 de setembro de 2014

Reencarnação

“As reencarnações são os degraus pelos quais o ser se eleva progride.” Léon Denis

Reencarnação é façanha
Em que a vida se acabrunha.
A carne nos pega à unha,
Na treva em que se emaranha.

E surge esta coisa estranha:
Cada qual é testemunha
Do passado que se empenha
Do presente que se apanha.

Feliz de quem se componha
Na estrada clara e risonha
Do bem que a salvar se empenha.

Alma que ao corpo se aninha
Serve, segue e vai na linha
Ou recua e leva lenha.

Alfredo Nora
(Chico Xavier - Livro: Poetas Redivivos - Diversos)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...