quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Teu Clima - Emmanuel

Queiras ou não, onde estiveres, dás e recebes, conforme as leis do espírito.
Sentimentos inspiram ideias.
Ideias suscitam palavras.
Palavras estabelecem ações.
Ações criam destinos.
Tudo o que fazem é plantação, atraindo resultados.
Daí, a importância das reações que provoques e das impressões que distribuas.
Cada qual de nós carrega o clima espiritual que lhe é próprio.
-o-
Considera, assim, a necessidade do otimismo e da paz, no campo íntimo, para que irradies, a benefício dos outros e, consequentemente de ti mesmo, a tranquilidade e a alegria de viver.
Não te encorajarias a receber criaturas irmãs sobre montes de lixo, nem lhes serviria a mesa com esse ou aquele bolo recheado de espinhos. Por que acolhê-las, entre lamentações e choques, para, em seguida, te afastares delas, deixando-as machucadas e espavoridas do ponto de vista espiritual?
Processam-se, sob tuas sugestões conscientes ou inconscientes, esperanças e desencantos, levantamentos e quedas, restaurações e depressões.
-o-
Praticarás a beneficência, não só com a dádiva materializada em tuas mãos, mas principalmente com o amparo invisível de tua influência para que o bem se faça.
Tua presença — teu clima.
Teu clima — tua mensagem.
Se te propões a estudar o problema, da parte dos outros para contigo, examina a questão, partindo de ti para com os outros, e verificarás que do contato de cada pessoal algo te fica, nos caminhos do tempo, a induzir-te para os prejuízos e sombras de ontem ou impelindo-te a aproveitar as possibilidades de hoje, a fim de que a luz do amanhã te encontre melhor.


Emmanuel
De “Passos da Vida”, de Francisco Cândido Xavier – Espíritos diversos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...