sábado, 20 de agosto de 2016

Leis em Ação - Carlos

Nos lábios do entendido se acha a sabedoria, mas a vara é para as costas do falto de entendimento. Pv. 10:13
À medida que o homem alcança a sabedoria, o amor começa a despertar e a consciência deixa-o em paz. Entretanto, os ignorantes sofrem sob a guarda da dor, pelas varas da lei. Bom senso não faz mal a ninguém.
Os lábios do sábio são comparáveis a uma fonte de água potável. Nunca seca; quanto mais se tira, mais água tem para dar.
A boca do néscio é como o poço na areia; mesmo no inverno, continua seco. A distância de um para o outro, porém, há de ser percorrida.
As leis nunca foram enganadas pelos homens; eles é que se enganam quando pensam que estão burlando as leis.
A luz não teme as trevas; a escuridão é que foge da claridade.
Se queres ficar sob a custódia da lei, não tente torcê-la.
Sê partidário da retidão, que as curvas desaparecerão da tua vida. Abre o solo com carinho e deita nele sementes de amor, que a vida te responderá com benevolência.
Não basta dizer “sou honesto”, é preciso que o exemplo acompanhe as palavras.
A tua boca pode te ajudar muito, se teus pensamentos forem selecionados pela vontade em Cristo.
A integridade alma nunca esquece as leis da disciplina, nem deixa de lado o amparo da educação.
Saiba que essas duas forças podem se transformar em duas asas.
Para viver bem, haverás de submeter-te a determinadas normas. Observa os sinais de trânsito garantindo a harmonia dos transeuntes.
Abra a tua boca e fala, mas fala com amor no coração e o Cristo na mente.

Livro: “Gotas de Amor”, de João Nunes Maia, pelo Espírito Carlos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...